domingo, 29 de novembro de 2015

Novo Renault Mégane

Depois de vários meses de desenvolvimento, eis que a tão aguardada geração do novo Renault Mégane foi apresentada.


A Renault sentiu a necessidade de investir bastante nesta nova geração, de modo a competir com o Volkswagen Golf, Opel Astra ou Peugeot 308, para não falar do Citroën C4, que cada vez vende menos unidades.


Esta nova geração do Renault Mégane, o best-seller da marca francesa, foi apresentado oficialmente no Salão de Frankfurt, e deverá chegar ao mercado nacional em meados de Janeiro de 2016.

Este modelo herda não só a estética como também tecnologias do novo Espace e Talisman, como o R-Link.


Dada a nova estratégia da Renault, o novo Mégane aposta numa estática sofisticada, com uns faróis que se esticam em forma de bumerangue, e com os faróis traseiros que atravessam toda a traseira. O interior foi também alvo de enormes alterações, que envolvem nomeadamente a consola central.


Quanto à consola, podemos ter um enorme Tablet de 8,7 com o R-Link, à semelhança da Espace e Talisman. Porém, ao invés da Renault Espace, temos no Mégane e no Talisman a possiblidade de optar por um Tablet de dimensões mais generosas, ou apenas pelos simples botões.


O novo Mégane terá a Berlina de 5 Portas e terá uma carrinha, porém ainda não está confirmada a comercialização do Coupé.

É de salientar que a Renault tem andado a deixar os Coupés. O Renault Talisman, substituto do Laguna, não terá versão coupé. O Clio, mesmo na versão RS, não tém coupé. O Renault Twingo é também um 5 portas.


É esperada também uma versão RS. Quanto ao Fluence, terá sucessor, mas não se sabe vai ser Fluence o Mégane Sedan, à semelhança da II Geração.


Este modelo aproveita-se da plataforma já usada para o Nissan Pulsar, e que é também usada pelos SUVs Renault Kadjar e Nissan Qashqai.




Quanto a motores, várias opções com potências até 205 cv estarão disponíveis para a gama central do novo modelo, com blocos Diesel Energy dCi 90, dCi 110 e dCi 130, e motores a gasolina Energy TCe 130, associados a uma caixa automática EDC de 7 relações.


A Renault garante que a versão GT estará imediatamente disponível após o lançamento. Esta versão apimentada, tem tons específicos Azul Iron e conta com jantes de 18”, e também com duas saídas de escape cromadas (note-se, falsas) e difusor de competição.


A versão GT terá também um volante exclusivo, mais ergoníomico, alavanca de velocidades específica, patilhas no volante e vários modos de condução, que incluem o modo “Race”. O Mégane GT vai também estrear no segmento o sistema 4Control, que gere o ângulo de viragem das rodas traseiras para uma condução mais segura e eficaz.


O Mégane GT terá debaixo do capô, nesta fase inicial de lançamento, o motor Energy TCe 205, de 205 cv, com caixa automática EDC de dupla embraiagem e 7 velocidades.


No início de 2017, a Renault pretende lançar o seu primeiro híbrido, denominado “Hybrid Assist”, que permitirá emissões de Co2 de apenas 76 g/Km e consumos “inferiores a 3 l/100 Km”, diz a marca em comunicado. Não deverá ser um híbrido habitual, mas sim uma “oferta diesel eletrificada”, ou seja, com assistência elétrica, que deverá levar a excelentes consumos.


Os preços ainda não se sabem, mas deverão estar na casa dos 25.000€ para a versão base.


O novo Renault Mégane está a ser apresentado em Lisboa, ou seja, todos os moradores de Lisboa o poderão ver a circular até 23 de Dezembro de 2015. Cerca de 700 jornalistas vindos de 35 países virão à capital Portuguesa testar a nova geração do Mégane pelos concelhos de Cascais, Lisboa e Torres Vedras.





Sem comentários:

Enviar um comentário