domingo, 29 de maio de 2016

Crash Test - Citroën C4 Cactus 2014


Este é o vídeo oficial da EuroNCAP, em que um Citroën C4 Cactus foi posto à prova em variados testes, para o classificar quanto à sua segurança. Recebeu 4 estrelas, de um total de 5.



Renault apresenta Clio RS16

A Renault aproveitou o Grande Prémio de Fórmula 1 no Mónaco, para apresentar uma variante mais "radical" do Clio RS. Chama-se RS16, e dá uso ao motor 2.0 turbo com 275 cavalos do Mégane RS 275 Trophy-R e 360 Nm de binário, acoplado a uma caixa manual. O Mégane RS 275 Trophy R também cede o sistema de arrefecimento. A marca decidiu apresentá-lo com o piloto Kevin Magnussen.


(clique em cima das imagens para maior resolução)

O objetivo deste modelo é celebrar os 40 anos da Renault Sport. Para celebrar de uma forma "afinada", a Renault Sport recorreu a variadas afinações desportivas no chassis e suspensão.


Já a designação RS 16 homenageia o Fórmula 1 da Renault desta temporada de 2016, que também se chama RS 16.

De acordo com Patrice Ratti, Director-Executivo da Divisão de Carros Desportivos da Renault, “O objetivo foi criar um protótipo capaz de genuínas e deslumbrantes prestações desportivas”.


A carroçaria desta versão também não esteve livre de alterações: está 60 milímetros mais larga, os mesmos amortecedores do Mégane RS 275 Trophy R (portanto são da Ohlins), e discos em aço de 350 milímetros, que são "escondidos" por umas jantes de 19 polegadas.


O eixo traseiro foi desenvolvido para ser semelhante ao do Clio R3T (clio de Ralis), pelo que é 50% mais rígido. A bateria é de lítio, pelo que se poupou 15 quilos de peso ao carro, assim como se deixou mais espaço no compartimento de motor.


Destaque ainda para uma estética mais agressiva, com saias laterais e cavas das rodas mais destacadas. Os leds no párachoques são em formato de bandeira axadrezada.


Para já é um protótipo comemorativo, mas é possível vir a ser produzido através de uma edição limitada, no Verão de 2016. Mas, para já, só existem dois protótipos: o Amarelo (Amarelo Sirius para ser mais específico), que irá servir para a apresentação oficial no Mónaco. No entanto, também há uma unidade pintada de preto, que será usada em estudos desportivos internos da marca.

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Volvo apresenta concepts 40.1 e 40.2


A Volvo apresentou no dia 19 de maio de 2016, os 2 concepts de que nós já aqui tínhamos falado (ver aqui). Um deles dará origem à futura geração do Volvo V40 e do crossover XC40, e o outro dará origem à futura geração do sedan S40, e ambos serão fabricados sobre uma nova plataforma.


A Volvo escolheu denominações simples para estes concepts: 40.1 e 40.2, que "desvendam" ligeiramente o futuro da gama 40, a gama dos compactos.


Apesar desta futura atualização à gama 40, na nova geração irá continuar a existir a versão Cross Country. O Protótipo 40.1 apresenta uma visão geral de como será toda a série 40, e o Protótipo 40.2 foca-se mais no futuro S40, nomeadamente devido às suas linhas de Sedan.


O XC40 irá competir com o nível mais baixo dos SUV's Premium, pelo que terá de defrontar o Audi Q3, BMW X1, e Mercedes GLA.


A nova plataforma que será usada em toda a gama 40 será a CMA (Compact Modular Architecture). Foi desenvolvida numa parceria entre a Volvo com a marca chinesa que recentemente a comprou, a Geely. Esta nova plataforma irá suportar versões híbridas e elétricas.

Renault apresenta a nova Grand Scénic

A Renault apresentou hoje, dia 24 de Maio de 2016, a nova Geração da Grand Scénic. A principal novidade desta geração é que, esta versão "Grande", estará disponível com 5, ou 7 lugares, enquanto a Scénic normal só terá a versão de 5 lugares.

À ESQUERDA: RENAULT GRAND SCÉNIC -- À DIREITA: RENAULT SCÉNIC
(clique em cima das imagens para maior resolução)

Ao invés da Renault Scénic, esta Grand Scénic será vendia em Portugal, pois está homologada como Classe 1. Este modelo deverá chegar ao mercado Nacional no fim do ano, nas duas versões de 5 e 7 lugares. A Scénic normal, que só conta com a versão de 5 lugares, não virá para o nosso mercado.


Este monovolume inspirou-se no Espace em diversas coisas. Primeiro, as dimensões: Esta Grand Scénic é 7,5 cm mais comprida do que a geração anterior, é 22,4 cm maior do que a nova Scénic "pequena", e tem mais 40 litros de arrumação na bagageira, pelo que está mais próximo do Espace. E a distância entre eixos aumentou em 3,5 centímetros!


E não é só nas dimensões que se notam semelhanças: A Renault optou por manter a estética da Espace, neste novo modelo, com diversos retoques na frente e na traseira para se adequar à família Scénic, assim como na linha de vidros lateral (que agora tem o mesmo vinco que na Scénic normal).


O interior é essencialmente o mesmo da Scénic normal. Conta com um habitáculo mais cómodo e amplo, e o sistema R-Link 2 pode ser usado através de um ecrã tátil de 8.7 polegadas posicionado na consola central, assim como acontece atualmente na maioria dos modelos Renault, nas versões de topo.


Quanto a tecnologias, destaca-se o sistema de som Bose, alerta de colisão, sistema de deteção de peões (de série), cruise control adaptativo, alerta de mudança de faixa, e o sistema Multisense, que altera o modo de condução.


O aumento da bagageira compensou: Agora, na versão de 5 lugares da Grand Scénic, podemos contar com nada mais nem nada menos do que 718 litros de capacidade! (Claro que ainda não se aproxima da Espace, que com 5 lugares consegue 785 litros, mas já é bom).


E esta nova geração traz o sistema One Touch, que, de forma instantânea, rebate os bancos traseiros eletronicamente, o que oferece um piso plano na bagageira.



Para além da estética, até mesmo o conceito deste Grand Scénic alterou: Agora, a marca Francesa considera-o um crossover, assim como acontece na Renault Espace. É assim um monovolume adequado a estradas de terra batida.

Aliás, a altura ao solo aumentou 160 milímetros. E, assim como na Scénic pequena, este monovolume vai contar com as jantes de 20 polegadas de série, o que também ajuda a aumentar a distância ao solo. Os pneus serão 195/55 R20.


Quanto a motores, a Renault tem 5 opções a gasóleo para este novo modelo, apesar de que poderão variar de país para país, a gasolina, só há 1 opção.

GÁSÓLEO:

1.5 dCi 110 com caixa manual seis velocidades ou automática EDC de sete velocidades;

1.5 dCi 110 Hybrid Assist com caixa manual de seis velocidades (SISTEMA HÍBRIDO);

Energy dCi 1.6, em versões de 130 cv (com caixa manual de seis velocidades), e de 160 cv, (só disponível com a caixa automática EDC de seis velocidades.)


GASOLINA:

Energy TCe, que pode ter 115 ou 130 cv, ambos com caixa manual de seis velocidades,


A ideia do Hybrid Assist consiste num gerador elétrico e numa bateria de 48 Volts, que armazena a energia das travagens, o que permite ao motor elétrico ajudar o motor a combustão nas acelarações.

segunda-feira, 23 de maio de 2016

BMW apresenta concept 2002 Hommage Concept


A BMW aproveitou o aniversário dos 50 anos do BMW 2002 Turbo, que foi outrora o topo de gama da série 02 da BMW, e um ícone dos coupés desportivos nos anos 70, para desenvolver um protótipo exclusivo, usando a plataforma do BMW Série 2.


Este protótipo chama-se 2002 Hommage Concept, e foi apresentado no concurso de elegância Italiano, Villa d'Este.


A estética do 2002 Hommage Concept inspira-se no 2002 Turbo original, pelo que conta com uma grande distância entre eixos, um tamanho relativamente compacto, assim como uns faróis que fazem lembrar os antigos, e formas de carroçaria que se inspiram no original. Para isso, a marca apostou em linhas mais rectas.


Este concept tem também spoilers especiais e bastante salientes, e várias entradas de ar em redor do carro, tudo isto de modo a melhorar a aerodinâmica do carro.


Um dos detalhes curiosos acerca deste concept é que, a meio do veículo, existe uma tira de fibra de carbono que separa a parte superior da inferior. Enquanto a parte inferior conta com uma pintura brilhante, a parte superior conta com uma pintura em mate. Destaque também para as 4 saídas de escape.


As jantes são de 20 polegadas com 2 cores, e que "escondem" umas pinças de travão douradas. A BMW ainda não revelou as especificações deste protótipo. A marca considera-o apenas um exercício de estilo.

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Nissan apresenta o SUV Kicks

A Nissan apresentou, no dia 3 de Maio de 2016, um novo SUV, cujo mercado será especificamente a América Latina. Chama-se Kicks, e será fabricado no Brasil e no México.


Apesar de se focar nos países latinos, espera-se que seja comercializado mundialmente em 80 países, incluíndo os Estados Unidos. No entanto, não se espera a sua comercialização na Europa.

Será fabricado no México e no Brasil. Espera-se que seja lançado no Brasil em Agosto de 2016, e nos restantes países Latinos até ao final de 2016.


Visto que mede 4.295 metros, o Kicks terá apenas mais 160 milímetros do que o Juke, pelo que se irá situar no mesmo segmento, o Segmento B.

Quanto à estética, o Kicks apresenta um desenho pouco conservador, e com bastante personalidade, que lhe é conferida principalmente através da pintura de duas cores, (no caso das imagens deste artigo, em cinzento e laranja).


A traseira tem um aspeto elegante e saliente, e a frente aposta numa grade em forma de "V", e faróis em forma de bumerangue. Toda a carroçaria está rodeada de proteções inferiores em plástico, que lhe conferem o aspecto de SUV.


No interior as tecnologias tomaram conta do tablier: Temos um sistema de Infotainment integrado num ecrã de 7 polegadas, que conta com a funcionalidade de sincronizar com o Smartphone. O sistema Infotainment conta também com um sistema de deteção de objetos em movimento.


A estética deste modelo veio principalmente do protótipo Kicks, que tinha sido revelado anteriormente pela Nissan. Visto que na Europa o Nissan Juke tem a má fama de ser chamado de "Sapo", provavelmente seria uma boa ideia comercializá-lo na Europa, mas ao que parece a marca não está interessada na ideia.

terça-feira, 17 de maio de 2016

Volvo divulga Teaser no Snapchat

A Volvo publicou no seu Snapchat, no dia 13 de maio, dois teasers. Um deles tinha a descrição "Teasing the Future of Volvo".

Na internet, supõe-se que sejam teasers de alguns concepts da marca, que irão originar a nova gama 40. Isto ocorre após a conclusão de maior parte da renovação da gama 90 (com o S90, V90 e XC90).


Os concepts deverão ser referentes aos futuros Volvo V40 e XC40, e deverão ser apresentados a 18 de maio na Suécia. A partir das imagens percebe-se que estes dois concepts, que serão mostrados em simultâneo, incluirão novos faróis em LED com a já conhecida forma de "T" inclinado.

Deverão ter detalhes em preto brilhante, assim como proteções em plástico em redor da viatura, que fazem lembrar um estilo SUV, daí a ideia de que um dos concepts poderá ser um concept de inspiração para o Volvo XC40.


Os novos modelos serão feitos com base numa nova plataforma modular CMA, desenvolvida em conjunto com a Geely, e que está preparada também para veículos de propulsão elétrica e híbrida.

Está previsto ainda na gama uma berlina S40, para concorrer com o Audi A3 Limousine e Mercedes-Benz CLA, por exemplo.

Citroën renova a gama C4 Picasso e C4 Grand Picasso


A Citroën decidiu, no dia 9 de maio de 2016, apresentar o "facelift" da gama C4 Picasso e C4 Grand Picasso, que vem refrescar a estética da gama, com alterações relativamente subtis.


Isto acontece numa época em que a Renault começa a lançar a nova Scénic (ver aqui), e a Scénic de 7 lugares está prestes a chegar, pelo que a Citroën achou bem reforçar a sua gama de monovolumes, devido a novas entradas no mercado.


Espera-se o lançamento em Setembro de 2016. Para além de ligeiros aperfeiçoamentos estéticos, este "facelift" trará também novidades tecnológicas, e mais personalização, assim como novidades a nível de motores.


A nível estético, o novo monovolume conta com uma secção dianteira atualizada (nomeadamente nos párachoques), uma opção de carroçaria "bi-tom" (à semelhança do Renault Captur). No entanto, esta opção "bi-tom" só tem uma cor disponível para o tejadilho: Preto.


Tem também farolins com efeito 3D, que, apesar de já existirem anteriormente, passam agora a ser de série.


A nível de tecnologias, este novo C4 Picasso e Grand Picasso contam com a abertura "mãos livres" da bagageira, assim como com sistema Citroën Connect Nav que inclui um ecrã tátil de 7 polegadas (que foi melhorado), o cruise control, o aviso de saída de faixa, assim como o sistema de navegação.


Tem também o alerta de sonolência do condutor, e o sistema de reconhecimento de sinais de trânsito verticais. Conta também com a travagem automática de emergência, e vigilância de ângulos mortos.


A novidade nas motorizaçoes baseia-se no 1.2 Puretech a gasolina com 130 cavalos, que terá a possibilidade de estar acoplado a uma caixa automática (EAT6).