sábado, 20 de agosto de 2016

CRÓNICA AUTOMÓVEL: O citadino da Dacia

Bem, o Renault Kwid anda a ser um sucesso na Índia, e parece que vão aproveitar para criar um Dacia baseado nesse modelo.

Nos últimos anos têm existido muitas informações extremamente dispersas acerca dos citadinos da Renault, portanto vou dar aqui uma "ideia do que se tem passado":

Surgiu o Twingo, o citadino da Renault.


Surgiram rumores de um Dacia mais barato (de 5000€), que até foi visto na estrada:


Depois, perceberam que seria apenas um Renault para mercados emergentes:


E, como em alguns mercados emergentes a segurança automóvel é um pouco mais "desprezada", o Kwid teve simplesmente uma classificação péssima de 0 estrelas na GlobalNcap:

Informações do Crash-Test (Kwid I sem Airbag): http://www.globalncap.org/wp-content/uploads/2016/05/2016-Renault-Kwid-I-NO-Airbags.pdf


No entanto, esta foi a 1ª série. Mas desde o seu lançamento, o Kwid foi recebendo "updates" ligeiros, que melhoraram diversas coisas, como os espelhos e a integridade estrutural. Apesar da 2ª série não ter sido testada, a 3ª série sujeitou-se ao teste. Apesar de ter sido na mesma considerado como tendo uma "integridade instável", a verdade é que se portou um pouco melhor, tanto nos testes "com" e "sem" airbag do condutor:

Informações do Crash-Test (Kwid III sem Airbag): http://www.globalncap.org/wp-content/uploads/2016/05/2016-Renault-Kwid-III-NO-Airbags.pdf


Informações do Crash Test (Kwid III com Airbag do condutor): http://www.globalncap.org/wp-content/uploads/2016/05/2016-Renault-Kwid-III-Driver-Airbag.pdf


E, para ter uma noção da diferença entre a 1ª série e a 3ª série, aqui ficam 2 GIF's que mostram a diferença: 

1ª Série:


3ª Série: 


Bem, adiante: Pensava-se que isto ia ficar assim por uns tempos.. Com o Kwid a fazer papel de citadino para mercados emergentes pela Renault, o Twingo a fazer de citadino noutros mercados, e a Dacia a ficar só com o Sandero, do segmento acima. No entanto, após todos estes lançamentos, continuavam a existir suspeitas de que a Dacia estava a preparar um citadino de entrada, mas com a plataforma do Renault Twingo, como nós tínhamos escrito há uns anos. (clique aqui para aceder a esse mesmo texto, "Dacia quer novo citadino de entrada").

E já tinham surgido alguns "photoshops" de como poderia vir a ser esse interessante citadino. Algumas montagens sugeriam um Dacia Sandero "encolhido", e outras montagens iam mais longe, com a ideia de aproveitar o Nissan Micra:

Este photoshop é claramente inspirado no Nissan Micra

Este photoshop é inspirado no Dacia Sandero I, mas bem mais pequeno.

Este photoshop é mais interessante: Tem uma estética mais arrojada e desportiva, e até se torna difícil perceber as suas origens, que devem ser provavelmente o Twingo 2.
Mas como é claro, entretanto surgiu o Renault Kwid, e pensou-se: "então, será que o Renault Kwid será a base de um futuro citadino Dacia? Afinal, basta pegar num Renault Kwid, melhorar a sua segurança, meter pneus de uma dimensão mais adequada, e trazer para a Europa com o símbolo Dacia."

Bem, parece que eles estão mesmo interessados nisso, pois há uns tempos foi avistado em Espanha o que é claramente um Kwid! (clique aqui para ver o texto, "Dacia Kwid avistado com camuflagem em Espanha")
Entretanto já surgem vários photoshops atualizados com as novas informações na internet:


Este último photoshop tem duas coisas curiosas:
1º - O facto de ser uma versão mais básica, com pára-choques em plástico, e menos extras. Seria interessante receber um modelo ainda mais barato e mais "despido" de equipamento, que, nestes tempos de crise, seria certamente bem recebido pelo público.

2º - O nome Lăstun 900. Para quem não sabe, o 500 Lăstun foi um modelo antigo da Dacia, de quando essa marca ainda não pertencia à Renault. Mas dificilmente esse nome será adaptado ao novo citadino,até porque o seu valor histórico é quase nulo, pelo menos nesta zona da Europa que inclui Portugal e arredores.

Já agora, deixo aqui uma curiosidade acerca do Lăstun, afinal, foi um citadino da Dacia, o antecessor do futuro Dacia "Kwid":

Tinha um motor 0.5 (499 cc), que debitava uns meros 22,5 cavalos. Apesar de pesar apenas 590 quilos, a velocidade máxima ficava-se pelos 106 km/h. Foi fabricado de 1988 a 1991.


Algo curioso no Kwid é que a grelha já é bastante semelhante com a da Dacia, o que facilitava o rebadge. O mesmo não acontece no Dacia Sandero, cuja versão Renault tem uma grelha diferente da versão vendida pela Dacia:


Como é claro, nada disto significa que não venham a existir mudanças estéticas no Dacia Kwid face ao Renault Kwid.

E estas são as perguntas que ficam sem resposta, para já: Quando virá o Dacia Kwid? Quando teremos mais informações sobre o modelo? Virá mesmo? Terá o nome Kwid?

Sem comentários:

Enviar um comentário